Todas as Viagens >> Turismo Religioso >> Terra Santa, Jordânia e Sinai

Detalhes da Viagem

Terra Santa , Jordânia e Sinai

Visitando:  Televive, Jaffa, Cesareia, Haifa, Tiberíades, Canã, Nazaré, Petra, Aqaba, Monte Sinai, Qunram, Betânia, Jerusalém, Ein Karen, Belém

 1º Dia – Lisboa /  Telavive

A hora a indicar comparência no aeroporto 120 antes da hora a indicar para a partida. Assistência nas formalidades de embarque e viagem com destino a Telavive, mudando de avião numa cidade europeia. Chegada, assistência nas formalidades de desembarque. Transporte privativo para o hotel. Instalação e alojamento.

2º Dia – Telavive/ Jaffa/ Cesareia/ M.te Carmelo/ Haifa/  S. João de Acre/ Tiberíades

Pequeno-almoço no hotel. Depois viagem para Jaffa (Jope), onde poderemos admirar o Santuário de São Pedro, Bairro dos Artistas e Casa de Simão “Curtidor de Peles”. Continuação para Telavive, onde faremos uma visita panorâmica. Prosseguimento pela costa mediterrânica, em direcção a Cesareia, antiga capital romana com o seu teatro romano, hipódromo, Cidade dos Cruzados e Aqueduto. Seguir-se-á Haifa, o maior porto marítimo do país. Almoço. De tarde visita e subida ao Monte Carmelo (onde se refugiou o Profeta Elias quando foi perseguido e também onde descansou a Sagrada Família ao voltar do Egipto), Santuário “Stella Maris” (mosteiro dos Carmelitas). Celebração de Eucaristia. Panorâmica dos famosos jardins persas dos Bahais. No final continuação para S. João de Acre, antiga capital dos cruzados, e visita à cidade subterrânea e ao porto (visita que envolve cerca de 45 minutos a pé). Atravessaremos a Galileia para chegar à cidade de Tiberiades . Chegada ao fim da tarde. Instalação, jantar e alojamento no hotel.

3º Dia – Tiberíades/ Cafarnaun/ Tabgha/ Primado de Pedro/ Canã / Nazaré/ Tiberíades

Pequeno-almoço no hotel e saída para o Lago de Tiberíades. Travessia, em barco, do Mar da Galileia. A seguir visitas ao longo do Mar da Galileia, palco e cenário da vida pública de Jesus, até chegar a Cafarnaum, a “Cidade de Jesus” (onde era a sua morada e a onde sempre voltava), onde admiraremos os vestígios da antiga sinagoga, do séc. IV, e a Casa de Pedro. Prosseguiremos para Tabgha – lugar da multiplicação dos pães e dos peixes – para admirar os maravilhosos mosaicos bizantinos. Seguir-se-á a Igreja do Primado de Pedro. Continuação para o Monte das Bem-Aventuranças, onde Jesus pronunciou o famoso “Sermão da Montanha” (Celebração da Eucaristia). Visita da Igreja e vista panorâmica. Almoço. De tarde visita de Canã, lugar do primeiro milagre de Jesus. Prosseguimento para Nazaré. Visita da Basílica e Gruta da Anunciação (Celebração da Eucaristia) e Igreja de São José. No final regresso ao hotel em Tiberíades. Jantar e alojamento.

4º Dia – Tiberíades / Monte Nebo / Petra

Pequeno-almoço no hotel e viagem para a fronteira. Depois entrada em território jordano passagem por Amman e prosseguimento para Petra. Almoço em percurso onde se fizerem horas. Paragens para visita a Madaba, com uma significativa população cristã . Uma mesquita na cidade de Madaba, a 30 km de Amã, capital da Jordânia, recebeu o nome de Jesus Cristo. Madaba é conhecida como cidade dos mosaicos, pela riqueza de seus resquícios da Era Bizantina, por volta do século V. Agora, tornou-se também um símbolo da tolerância religiosa e da convivência pacífica de uma população. Entre as riquezas arquitectónicas conservadas na cidade, destaca-se o piso da basílica grego-ortodoxa de San Giorgio, que conserva o primeiro mapa da Palestina com os lugares bíblicos, que foi feito no século VI. Monte Nebo. Daqui, no séc XII a.C., avistou Moisés a “Terra Prometida” e aqui terá morrido também. Visita ao seu Mosteiro e às ruínas arqueológicas que exibem o chão de mosaicos representando cenas de caça e pastoreio, encontrado numa pequena igreja construída pelos primeiros cristãos no séc. IV d.C.). Chegada a Petra no final do dia. Instalação, jantar e alojamento no hotel.

5º Dia – Petra/ Eilat/ Monte Sinai

Pequeno-almoço no hotel. Depois visita da antiga capital dos Nabateus, actualmente reconhecida como Património da Humanidade pela UNESCO e uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo. Situada entre o Mar Morto e o Golfo de Aqaba, em pleno maciço montanhoso, esta cidade acolheu o povo nabateu que, segundo relatos bíblicos, dominava também Damasco. A visita começa com um passeio em mulas ou cavalos (mansos), prosseguindo depois pelo «Siq», uma estreita garganta formada por enormes rochedos. Gradualmente chegaremos aos mistérios da “Rose-Red City”, cravados na pedra, com a sua espectacular Câmara do Tesouro, os Túmulos dos Reis, locais de sacrifício e câmaras boreais. Almoço. De tarde cruzaremos duas fronteiras (Jordânia/ Israel e Israel / Egipto) viajando até ao Sinai. Instalação, jantar e alojamento no hotel.

6º Dia – Sinai

De madrugada possibilidade facultativa de subida ao monte onde, no cimo, será possível admirar o nascer do sol. Há séculos que os peregrinos sobem Gebel Musa (Monte Moisés ou Monte Sinai) para visitar o local onde Moisés recebeu os Dez Mandamentos. Alguns fazem esta escalada para poderem desfrutar da vista espectacular da montanha, enquanto outros procuram uma experiência mais espiritual. O Monte Moisés, 2.285 metros acima do nível do mar, pode ser escalado por dois caminhos. O mais fácil (e mais longo) é um percurso de camelos e leva cerca de três horas. O outro, conhecido como Sikkat Sayyidna Musa (Caminho do nosso Senhor Moisés) leva 90 minutos mas é muito mais cansativo porque tem de subir os íngremes 3750 degraus do Arrependimento talhados pelos monges. Descida do Monte e pequeno-almoço. Visita a Deir Santa Katerina (Mosteiro de Santa Catarina). No sopé do Monte de Moisés fica o impressionante Mosteiro grego-ortodoxo, do século VI, da mártir cristã Santa Catarina de Alexandria, erigido no local da Sarça Ardente. Em 337 d.C. a Imperatriz bizantina Helena construiu uma capela sobre a Sarça Ardente que havia já atraído muitos peregrinos e eremitas. Mais tarde, o Imperador Justiniano ampliou e fortificou-a no século VI. Actualmente vivem ali cerca de 20 monges, a maioria vindos do Monte Athos, na Grécia. A entrada para o Mosteiro é um portão pequeno nas enormes paredes de granito junto à torre de Kléber. À direita fica a Fonte de Moisés, onde o profeta conheceu a sua futura esposa, Zippora, enquanto à esquerda encontramos um largo onde existe uma arbusto espinhoso, uma estaca da Sarça Ardente (o original está dentro da capela). Na Basílica de Santa Catarina a entrada é feita pelas admiráveis portas originais de madeira de cedro. Esta estrutura de granito tem 12 pilares magníficos para cada mês do ano, todos eles decorados com a imagem de um santo (a visita está condicionada a autorização especifica para o efeito). Almoço. De tarde viagem para o Mar Morto, já em Israel.

7º Dia – Mar Morto / Qumram / Betânia / Jerusalém

Pequeno-almoço no hotel. Se o clima permitir, tempo livre para desfrutar das águas medicinais do Mar Morto no lugar mais baixo do mundo. Depois visita a Qumran, cidade dos Essenios, onde foram encontrados os Manuscritos do Mar Morto. Continuação para Betânia, visitando a Igreja de Marta e Maria. Almoço em percurso. Entrada pela Porta de Herodes em direcção à Via Dolorosa. Começando pelo Litostrotos – Pátio da antiga fortaleza Antonina onde estava o Pretorium de Poncius Pilatus. Capela da Condenação. Continuação pelas estações da Via Dolorosa até chegar ao Calvário e ao Santo Sepulcro. Celebração da Eucaristia. Atravessamento do mercado oriental e saída pela Porta de Jaffa. Transporte ao hotel. Instalação jantar e alojamento no hotel.

8º Dia – Jerusalém ( Belém  )

Após o pequeno-almoço no hotel, saída para a Esplanada das Mesquitas, lugar do antigo Templo, com a Cúpula da Rocha e a Mesquita de Al Aksa. Visita ao Muro das Lamentações e das escavações arqueológicas do Templo. Visita à piscina Probática de Bettesda e a Igreja de Santa Ana. Prosseguiremos para a visita ao centro Davidson e Monte Sião, ao Cenáculo (onde Jesus celebrou a Última Ceia com os seus discípulos), Túmulo do Rei David e Basílica da Dormição (construída sobre o local da Dormição de Maria, em cuja cripta está também a sua imagem em repouso). Almoço. De tarde, saída em direcção a Bet Sahur, onde se avista o Campo dos Pastores com as suas grutas e Belém. Visita da Basílica da Natividade, edificada sobre a Gruta do Nascimento; Gruta de São José e São Jerónimo. Celebração de Eucaristia. No final regresso a Jerusalém, jantar e alojamento no hotel.

9º Dia – Jerusalém ( Ein Karen ) / Telavive

Pequeno-almoço no hotel e saída para visita ao Monte das Oliveiras, carregado de recordações evangélicas: lugar da Ascensão (pequeno tabernáculo octogonal onde se recorda a ascensão de Jesus aos céus), o recinto do Pater Noster (em cujo interior se encontram as placas com a Oração do Pai-Nosso em mais de 100 línguas). Contemplação da Cidade Santa desde o alto do monte. Celebração de Eucaristia. Passeio até à capela franciscana de Dominus Flevit e Getsemaní: Basílica da Agonia (ou das Nações) e Horto das Oliveiras, continuação ao Museu de Israel para visitar o Santuário do Livro onde estão expostos os Manuscritos do Mar Morto e maqueta na época segundo templo. Almoço. De tarde visita da aldeia de de Ein Karen – lugar do Nascimento de João Baptista. Visita do Santuário da Visitação de Maria (local onde Nossa Senhora pronunciou o Magnificat) e Igreja da Natividade de São João Baptista. Jantar no hotel. Depois, a hora a indicar localmente, transporte ao aeroporto de Telavive. Jantar e alojamento no hotel.

10º Dia – Telavive/ Lisboa

Pequeno-almoço no hotel. A hora a indicar transporte ao aeroporto. Formalidades de embarque e partida em avião com destino a Lisboa, com mudança de avião. Chegada, desembarque.

Fim da Viagem e dos Nossos Serviços

Pretendo obter informações para me inscrever individualmente nesta viagem    ou

Pretendo obter informações para organizar viagem de grupo em itinerário idêntico